MARACANÃ NOBRE

R$2.500,00

FALE CONOSCO

ENCOMENDAR ESSA AVE
Quer encomendar essa AVE, use o formulário abaixo e em breve retornaremos

Fora de estoque

Descrição

Maracanã-pequena

A maracanã-pequena (Diopsittaca nobilis) é uma ave psittaciforme da família Psittacidae. Também conhecida como arara-nanica, ararinha-nanica, maracanã e maracanã-nobre. Não é considerada como sendo ameaçada e não é muito frequente em cativeiro. Duas subespécies possuem nomes distintos: a ssp. cumanensis possui o nome de maracanã-pequena e a ssp. nobilis de maracanã-nobre.

Nome Científico

Seu nome científico significa: do (grego) dios = nobre; e psittakë = papagaio; e do (latim) nobilis = nobre, famoso, renomado. ⇒ Papagaio nobre. “Psittacus macrourus viridis, genis nudis, humeris coccineis” de Linnaeus (1754) (Diopsittaca).

Antes chamada cientificamente como Ara nobilis.

Características

A maracanã é realmente uma ararinha. Distinguível pela testa azulada, pele branca nos lados do bico e ao redor dos olhos, ombro e parte média da asa vermelhos, extremo da asa azul. Em voo vê-se a base da asa vermelha, borda da asa amarela e rabo oliva-dourado. A pele nua em volta dos olhos é característica típica de seu grupo. Mede cerca de 30-35 centímetros de comprimento e o peso varia de 129 a 169 g.

Subespécies

Atualmente, Diopsittaca nobilis possui 3 três subespécies, a ssp.nobilis, a ssp.cumanensis e a ssp.lssp.longipennis:

  • Diopsittaca nobilis nobilis (Linnaeus, 1758) – A maracanã-nobre ocorre do leste da Venezuela até as Guianas e no norte do Brasil. Esta subespécie apresenta o bico todo escuro.
  • Diopsittaca nobilis cumanensis – A maracanã-pequena ocorre no norte do Brasil ao sul do baixo Amazonas até o nordeste do Brasil. Esta se diferencia da nobilis por apresentar a maxila clara e apenas a mandíbula é escura.Diopsittaca nobilis longipennis (Neumann, 1931) – Ocorre do sudeste do Peru e do nordeste da Bolívia até as regiões centro-oeste e sudeste do Brasil. Esta subespécie também apresenta a maxila clara e a mandíbula escura.

Alimentação

Alimenta-se de coquinhos de palmeiras silvestres e frutos, principalmente o caroço, que tritura com seu possante bico.

Reprodução

Nidifica em cavidades de árvores e palmeiras e em cupinzeiros, entre fevereiro e junho. O casal fica sempre junto. A maracanã-pequena põe de 2 a 4 ovos, que são chocados principalmente pela fêmea, durante cerca de 24 dias.

Hábitos

Comum. Habita uma variedade de ecossistemas, incluindo cerrado, buritizais, beira de matas, caatinga e plantações, até 1400 metros. Vive normalmente em pares e em grandes bandos fora da época reprodutiva. Pode ser vista com frequência mesmo em grandes cidades como a cidade de São Paulo e Rio de Janeiro, porém, neste caso, como espécie introduzida.

Distribuição Geográfica

Região Nordeste, Mato Grosso, Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro. Vive também no leste dos Andes, Venezuela, Guianas, centro-oeste da Bolívia e sudeste do Peru.

 

 

Referências

  • http://www.wikiaves.com.br/wiki/maracana-pequena

ALIMENTAÇÃO

Para o bem estar de sua ave, sempre recomendamos uma adequada dieta balanceada. As dietas balanceadas para as aves (tipo ração) são fabricadas no Brasil e podem ser encontradas nas lojas especializadas. Uma boa opção é a ração extrusada MEGAZOO, de alta digestibilidade e formulada para atender às necessidades nutricionais das aves de médio e grande porte. A ração balanceada reduz o desperdício de alimento, é de uso prático e principalmente, torna as aves bem nutridas e saudáveis. A ração balanceada pode ser a única fonte de alimentação, mas frutas, verduras, sementes e castanhas podem ser oferecidas eventualmente como petiscos eventuais. Todos os filhotes enviados aos clientes pelo CRIATÓRIO VALE VERDE são entregues com todas as orientações necessárias para o bem estar do animal.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “MARACANÃ NOBRE”
Shopping cart
Seu carrinho está vazio =(
Continuar Comprando
0
X